Fala pessoal. Meu nome é Márcio Magalhães e sou da empresa O Rei do Importado.

Vocês podem estar perguntando: Por que um redirecionador vai ter uma coluna aqui neste portal? O que esse cara tem para falar pra nós?
Para vocês entenderem vou contar um pouquinho da minha história. Moro com minha família em Boca Raton, Florida, USA, há um ano.
Comecei este trabalho de redirecionamento por hobby, depois de um curso. Tenho uma empresa no Brasil em um ramo totalmente diferente, mas sempre tive como característica ser empreendedor.
Estudei as principais empresas de redirecionamento para o Brasil e analisei, por um bom tempo, seus pontos altos e baixos. Então decidi investir em algo diferenciado, algo maior do que simplesmente redirecionar compras.
Me envolvo com meus clientes a ponto de algumas vezes ter que dizer: “olha, não compensa você comprar isso aqui nos Estados Unidos”.
Procuro novos produtos para o pessoal, negocio os preços, estou a todo momento mandando fotos, comparando os preços daqui com o mercado livre, conversando e explicando todos os detalhes para aqueles que estão importando. Fazendo todo be-a-bá mesmo.
O que estou dizendo é que simplesmente peguei um serviço que já existia e acrescentei os pontos que tive dificuldade, aqueles que senti que as empresas existentes não teriam como oferecer aos seus clientes. Hoje consigo receber em meus endereços produtos que nenhuma outra empresa recebe, pois as lojas daqui bloqueiam estas empresas.
Meus clientes não são números, são pessoas que, assim como eu, têm dúvidas, medos e imprevistos. E é disso que vou falar com vocês. Como empreender? Como fazer algo diferente? Como enfrentar as dificuldades do dia-a-dia? Por que ser diferente?
Não estou aqui para fazer propaganda do meu serviço, mas sim para aprender com todos vocês a partir desta iniciativa do Márcio e do Jean. Estou aqui para compartilhar com vocês minhas experiências e para jamais deixar que desanimem. Desistir nem pensar.
Contem comigo, com a minha experiência, assim como eu conto com vocês para aprender sempre mais.

Parabéns Márcio e Jean pela iniciativa de um portal recheado de informações aos vendedores e a todos que desejam empreender.

Por que “palavra de Rei”? Simplesmente porque um rei quer o melhor para seu povo em todos os sentidos.

Acredito no nosso slogan e mesmo para quem não importa, pensem nesta frase:
"Não entregue seu negócio e suas compras à sorte de aventureiros. Consulte-nos,  fazemos um mundo de diferença"

Valeu pessoal e sucesso a todos sempre!!!

Por Márcio Magalhães.
(oreidoimportado)
Publicado em Junho/2016


DIVERSIFICAR


E aí pessoal? Tudo bem com vocês?
Quero nessa coluna apenas plantar uma semente na cabeça de vocês. Porque vocês vendem determinado produto? A cada compra que eu faço aqui nos Estados Unidos tento me colocar na posição de vocês e isso é muito interessante.
Me coloco vendendo aquele produto, fazendo um anúncio no mercado livre, num site, imaginando sempre o que vale a pena ou não vender.
Tenho clientes de todos os tipos e valorizo cada um deles, mas quero falar nessa coluna um pouco sobre diversificar produtos.
Penso assim: quem vende um tipo de produto, pode vender qualquer coisa. Me encanto ao fazer compra assistida, tento mandar fotos de nichos variados e acho isso sensacional. Porém algumas pessoas ainda insistem na ideia de só vender determinado produto.
Sei que a situação do Brasil não está fácil, todos falando em crise, queda nas vendas, reclamando e perdendo dinheiro, mas acreditem, tenho clientes crescendo por um motivo simples: estudam, não ficam com medo e aprendem a diversificar. A diversificação traz novas oportunidades para seu negócio, abre novos caminhos e dilui os riscos de seu negócio. Se não está vendendo um produto, será que não vale a pena tentar outro? E se tentar vários, será que as vendas não aumentam?
Vejo nas lojas inúmeras possibilidades para testar nichos e opções. Produtos com baixo custo e bons lucros. Mando fotos para os grupos e clientes e fico muito feliz quando alguns acreditam. Fico ainda mais feliz com o sucesso deles nas vendas.
Então, pessoal, como diz a regra: “enquanto uns choram, outros vendem lenços”.
Escolham em qual posição querem ficar, vamos abrir a mente e crescer, pois juntos somos mais fortes.
Boas vendas a todos!

Por Márcio Magalhães.
(oreidoimportado)
Publicado em Julho/2016